…A mágoa e o rancor nos tornam reféns do passado e mantêm na lembrança
algo ocorrido há muito tempo. Assim, os maiores prejudicados com a mágoa
somos nós mesmos.
O perdão, porém, nem sempre é espontâneo, pois nossa capacidade de
amar (perdoar é amar) é limitada. Busque a Fonte do perdão – o Deus de amor
– que, de acordo com o evangelho, deseja que sejamos Seus amigos e pode
facilitar a superação do passado que nos assombra. Lembre-se do que diz a
oração ensinada por Jesus: “Perdoa as nossas dívidas, assim como perdoamos
aos nossos devedores” (Mateus 6:12).

Este material foi reproduzido em parceria com o Mácima – Ministério de apoio aos idosos e aos não alfabetizados. www.cegosadventistas.com

Category
Follow us: